Pesquisar este blog

sábado, 5 de novembro de 2011

CORO EVANGÉLICO DE BRASÍLIA

Uma justa homenagem a estes bravos servos que foram honrados pela sua dedicação.
Ao maestro Emílio meus mais profundos sentimentos de admiração e orgulho pelo trabalho feito e os louros da conquista.

"Queridos Coralistas.

        É com muita alegria que informamos a todos que o Coral Evangélico de Brasília retornou de viagem como previsto na tarde de ontem 17.10, às 16h30.

        Agradecemos a Deus pela sua forte e maravilhosa presença em toda a nossa jornada na Europa. Aleluia!

        E para a nossa alegria, o Coral fechou com chave de Ouro a sua participação no 9o Concurso Internacional de Corais de Rival del Garda - Itália.

        O Coral recebeu três prêmios:

 1) Ouro na ca tegoria Musica Sacra;
 2) Ouro na categoria Spirituals-Gospel; e
 3) Prêmio Especial pela brilhante interpretação da música "Worthy to be praised!".

        Parabenizamos a todo grupo pelo empenho e dedicação.

        Agradecemos ao Maestro Emilio, Profa. Wilzy, Maestrina Rita, pianistas Cristina e Leila e todos que contribuíram para esse brilhante resultado.

        Parabenizamos a todos os coralistas!

        Mais detalhes da última semana, em Riva del Garda, informaremos nos próximos emails.

        Toda a Honra e Glória ao Senhor Jesus!
        
        Aleluia!

        A Diretoria."






pensando nisso...



Nunca estamos sós! Queremos muitas vezes ter a presença audível, tangível e material de Deus.
Esquecemos de olhar ao redor e ver que muitas vezes Ele se revela a nós através do Seu cuidado, da Sua proteção.
À sobra de Suas asas descancemos! Ele mesmo prometeu que não nos deixaria!

"Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará."Sl 91:1

Você é o que você come


Salmão do Dia


Salmo 69

  
[Salmo de Davi para o músico-mor, sobre Shoshanim] 

Livra-me, ó Deus, pois as águas entraram até à minha alma.
Atolei-me em profundo lamaçal, onde se não pode estar em pé; 
entrei na profundeza das águas, onde a corrente me leva.
Estou cansado de clamar; a minha garganta se secou; 
os meus olhos desfalecem esperando o meu Deus.
Aqueles que me odeiam sem causa são mais do que os cabelos da minha cabeça; 
aqueles que procuram destruir-me, 
sendo injustamente meus inimigos, são poderosos; 
então restituí o que não furtei.
Tu, ó Deus, bem conheces a minha estultice; 
e os meus pecados não te são encobertos.
Não sejam envergonhados por minha causa 
aqueles que esperam em ti, ó Senhor, DEUS dos Exércitos; 
não sejam confundidos por minha causa aqueles que te buscam, ó Deus de Israel.
Porque por amor de ti tenho suportado afrontas; 
a confusão cobriu o meu rosto.
Tenho-me tornado um estranho para com meus irmãos, 
e um desconhecido para com os filhos de minha mãe.
Pois o zelo da tua casa me devorou, 
e as afrontas dos que te afrontam caíram sobre mim.
Quando chorei, e castiguei com jejum a minha alma, 
isto se me tornou em afrontas.
Pus por vestido um saco, e me fiz um provérbio para eles.
Aqueles que se assentam à porta falam contra mim; 
e fui o cântico dos bebedores de bebida forte.
Eu, porém, faço a minha oração a ti, SENHOR, num tempo aceitável; 
ó Deus, ouve-me segundo a grandeza da tua misericórdia, 
segundo a verdade da tua salvação.
Tira-me do lamaçal, e não me deixes atolar; 
seja eu livre dos que me odeiam, e das profundezas das águas.
Não me leve a corrente das águas, e não me absorva ao profundo, 
nem o poço cerre a sua boca sobre mim.
Ouve-me, SENHOR, pois boa é a tua misericórdia. 
Olha para mim segundo a tua muitíssima piedade.
E não escondas o teu rosto do teu servo, 
porque estou angustiado; 
ouve-me depressa.
Aproxima-te da minha alma, e resgata-a; 
livra-me por causa dos meus inimigos.
Bem tens conhecido a minha afronta, e a minha vergonha, 
e a minha confusão; diante de ti estão todos os meus adversários.
Afrontas me quebrantaram o coração, e estou fraquíssimo; 
esperei por alguém que tivesse compaixão, mas não houve nenhum; 
e por consoladores, mas não os achei.
Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre.
Torne-se-lhes a sua mesa diante deles em laço, 
e a prosperidade em armadilha.
Escureçam-se-lhes os seus olhos, para que não vejam, 
e faze com que os seus lombos tremam constantemente.
Derrama sobre eles a tua indignação, e prenda-os o ardor da tua ira.
Fique desolado o seu palácio; e não haja quem habite nas suas tendas.
Pois perseguem àquele a quem feriste, 
e conversam sobre a dor daqueles a quem chagaste.
Acrescenta iniqüidade à iniqüidade deles, e não entrem na tua justiça.
Sejam riscados do livro dos vivos, e não sejam inscritos com os justos.
Eu, porém, sou pobre e estou triste; 
ponha-me a tua salvação, ó Deus, num alto retiro.
Louvarei o nome de Deus com um cântico, 
e engrandecê-lo-ei com ação de graças.
Isto será mais agradável ao SENHOR do que boi, 
ou bezerro que tem chifres e unhas.
Os mansos verão isto, e se agradarão; 
o vosso coração viverá, pois que buscais a Deus.
Porque o SENHOR ouve os necessitados, e não despreza os seus cativos.
Louvem-no os céus e a terra, os mares e tudo quanto neles se move.
Porque Deus salvará a Sião, e edificará as cidades de Judá; 
para que habitem ali e a possuam.
E herdá-la-á a semente de seus servos, 
e os que amam o seu nome habitarão nela.

The VocaPeople

video

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Tiraram o D e o S de Deus





A presença de Deus no mundo anda ameaçada. Vi tempos atrás num muro de loja uma brincadeira de mau gosto. Onde se lia: "Vende-se sapatos" alguém apagou as letras iniciais e, de longe, o que era loja de sapatos parecia uma casa de patos. Descaracterizaram a loja. Trabalho de moleques.

O que andam fazendo com Deus ultimamente é a mesma coisa. Preste atenção nos pregadores das mais diversas igrejas e no discurso de alguns políticos e apresentadores de televisão. Com enorme facilidade atribuem à vontade de Deus o que é vontade deles. Observe o que dizem: Deus quer, Deus me disse, Deus espera isso de vocês, Deus mandou dizer... Esta noite Deus me falou... Demos uma nova obra para Deus. Deus quer este templo! Se nos ajudarem estarão ajudando a Deus...

O comediante acaba de contar a piada mais suja e diz que jura por Deus. Brinca-se com o nome dele em toda parte. A moça que acabou de posar nua para PlayBoy diz que, graças a Deus, aquilo lhe abriu portas e a revista vendeu muito. A outra diz que Deus a ajudou a comprar um apartamento com o dinheiro que ganhou posando nua. O outro garantia que ao aderir àquela igreja ganhou de Deus uma loja, um carro e uma casa na praia, tudo porque pagou (e não deu ou devolveu) o dízimo para Deus.

A conclusão é óbvia, ou Deus mudou e já não faz mais questão de tudo aquilo que em milênios foi ensinando, ou cedeu ao marketing e anda ajudando quem dá mais para determinada igreja, ou para quem mais usa o nome dele, sem exigir nada mais do que o marketing. Ou ainda, o que parece o mais óbvio, tiraram o D e o S da palavra Deus e o que sobrou anda se fazendo de porta-voz dele. Nós pregadores precisamos tomar muito cuidado no uso do nome de DEUS. Sem o perceber andamos suprimindo o D e o S. Tem "eu" demais na mídia. Preste atenção em certos programas e conte quantas vezes o animador usa seu nome e a palavra eu... Também entre os religiosos. E ainda dizem que fazem aquilo para a glorificar o Senhor. Será?

--
Prof. Dr. Frederico Fonseca da Silva
Coordenador de Pós-Graduação /
IFPR - Instituto Federal do Paraná / Federal Institute of Parana
Engenheiro Agrônomo / Agricultural Engineer
Doutor em Irrigação e Meio Ambiente / Ph.D in Irrigation and Environment

amanhã volto aos textos mais sérios.

momento férias...
momento relax...
momento feliz...

RIR é sempre um bom remédio


pra pensar um pouco...

to vendo isso na minha família...

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

ESTE É O PAÍS DA COPA E ESTA É A CIDADE SEDE DAS OLIMPÍADAS...


31/10/2011 08h04 - Atualizado em 31/10/2011 15h11

Deputado Marcelo Freixo, do RJ, deixará o país após ameaças de morte

Ele recebeu um convite da Anistia Internacional e irá para a Europa. 
Segundo Freixo, só nó último mês foram sete ameaças à sua segurança.

Cláudia LoureiroDo G1 RJ


A convite da Anistia Internacional, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) vai deixar o Brasil na terça-feira (1º) após uma série de ameaças de morte. Em 2008, Freixo presidiu a CPI das Milícias na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que indiciou mais de 200 pessoas, entre policiais e políticos. Desde então, o deputado passou a sofrer ameaças.
Sete ameaças em um mês
"Vou deixar o país, mas é por pouco tempo. Recebi um convite da Anistia Internacional e em função das várias ameaças e da pressão que isso envolve estou aceitando o convite. Só nesse último mês foram sete ameaças de morte. Mas volto antes de dezembro", confirmou Freixo em entrevista ao G1 nesta manhã.
Segundo ele, por medida de segurança, o local de destino não pode ser divulgado. O deputado informou apenas que irá para a Europa, junto com a família. Durante esse período, ele ficará de licença na Alerj.
"Eu vou ficar de licença, então não vai ter custo nenhum para a Assembleia. Vou aproveitar para divulgar esse relatório da CPI das milícias lá fora".
O afastamento do deputado se dá também para que sejam feitos ajustes na sua segurança. "Eu tenho segurança, mas é preciso que sejam feitos ajustes necessários, que ainda não foram feitos, como aumentar o número de seguranças e a prisão dos ameaçadores".
Documento relata atentado
No dia 17, representantes de diferentes partidos políticos e entidades se reuniram num ato em defesa do deputado, depois que um documento da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar apontou que Freixo seria alvo de um atentado.

O documento da PM, endereçado à Coordenadoria Institucional de Segurança da Alerj, indica que o miliciano conhecido como Carlão planejava o assassinato de Marcelo Freixo. De acordo com a Coordenadoria, o miliciano receberia dinheiro de um ex-PM se executasse o deputado.
"É uma situação de total insegurança e muito grave, porque nada mais fiz do que cumprir a minha função como parlamentar. Então, quem cumpre a sua função pública, ser ameaçado de morte por isso é muito grave. E a gente está falando do principal crime organizado no Rio de Janeiro: a milícia hoje é o mal maior que tem no Rio. Então, evidentemente, precisa ser enfrentado. E é inadmissível que depois de matarem uma juíza, ameacem matar um parlamentar. E quantas outras pessoas mais virão antes de eles serem detidos? É muito importante que se busque deter o poder econômico e territorial desses grupos. Só as prisões não vão resolver", defendeu Freixo na ocasião.